Actividades SPM, Concurso Comunicação de ciência em microbiologia, Dia Internacional do Microrganismo

Divulgação de ciência:”Uma história de amor microscópica”

Nota prévia: a 11 dias de mais um dia internacional do microorganismo, a SPM divulga hoje uma das menções honrosas do último concurso “Comunicação de ciência em microbiologia”.

Nos primeiros anos de vida, a mãe é a principal fonte de transmissão de microrganismos para o bebé, tendo um papel importante no desenvolvimento e na saúde do seu filho.

Legenda: O nosso corpo está repleto de milhões de micróbios microscópicos por todo o seu corpo. Ao conjunto de todos estes micróbios chamamos Microbioma.

Muitos cientistas acreditam que começamos a contactar com microrganismos ainda no útero das nossas mães! Apesar desta hipótese, sabemos que, desde o parto, a nossa mãe tem um papel muito importante na transmissão dos seus micróbios para nós, enquanto bebés. Assim, nos nossos primeiros anos de vida, a grande maioria dos micróbios que vão conviver connosco vieram da nossa mãe. Esta transmissão, também denominada de transmissão vertical,  é continuada ao longo da infância através de comportamentos como os beijos, amamentação, partilha de utensílios comuns, entre outros.

O nosso microbioma tem funções fundamentais, nomeadamente na digestão de alimentos, produção de vitaminas e defesa contra outros microrganismos que não pertencem ao nosso microbioma. Para além disto, o nosso microbioma também ajuda a fortalecer o nosso sistema imunitário, sendo essencial para o desenvolvimento das nossas defesas.

No entanto, nem todas as mães têm um microbioma equilibrado, sendo que a isto chamamos Disbiose. Assim, a transmissão dos micróbios para o bebé pode não ser a mais saudável e os bebés poderão ter o funcionamento do seu organismo alterado. Isto leva a um aumento do risco de desenvolvimento de algumas doenças, como alergias ou obesidade.

Por este motivo, é fundamental estudar e detetar alterações no microbioma da mãe e do bebé, porque só assim se poderá atuar de forma preventiva para melhorar a saúde desta dupla!

Menção honrosa (categoria Júnior) da 2º Edição do Concurso “Comunicação de ciência em microbiologia.

Autora: Maria João Maia Azevedo, ACDA, Universidade de Amesterdão