André Goffeau (1935-2018)

In memorium of André Goffeau (1935-2018)

andregoffeau

André Goffeau faleceu ontem, dia 2 de Abril de 2018. Goffeau foi um dos mais importantes cientistas europeus da nossa era. Contudo, para a comunidade científica nacional de microbiólogos que trabalham em leveduras, ele foi um encantador Pai científico, sempre pronto a ajudar de todas as formas e a promover os vários grupos nacionais cujos investigadores responsáveis ele conhecia bem. Muitas foram as vezes que veio a Portugal, de Lisboa e Oeiras a Braga. que recebeu no seu Laboratório da Université Catholique de Louvain, Louvain-la-Neuve UCL, jovens investigadores portugueses em formação, que nos ajudou a todos a perceber melhor os avanços da área, a definir, com maior exigência, qualidade e novidade, os programas de investigação. Foi, em Portugal, como no resto do mundo cientifico, o cientista inspirador que também lançou as bases e as ferramentas que permitiram o desenvolvimento da área da Genómica Funcional e Comparativa de Leveduras.

André Goffeau alcançou reconhecimento internacional como especialista mundial em proteínas membranares de levedura, da bomba de H+-ATPase presente na sua membrana plasmática aos transportadores membranares ABC (de ATP binding cassette) envolvidos na resistência a múltiplos fármacos (antifúngicos, anticancerígenos, entre outros) naquele modelo experimental. No entanto, o seu nome estará para sempre ligado à sequenciação do 1º genoma de um organismo eucariótico, a levedura Saccharomyces cerevisiae. Em 1989, André Goffeau liderou, de forma colegial e extremamente eficiente, um consórcio europeu (74 laboratórios independentes) com vista à sequenciação do genoma de uma estirpe de S. cerevisiae (12,5 Mb), tendo conseguido assegurar o financiamento necessário para esse projeto, através da Comissão Europeia. Na época, a sequenciação de organismos modelo como S. cerevisiae era o passo lógico para a eventual caracterização do genoma humano, uma tarefa ciclópica, fora do alcance da tecnologia existente. Foi também devido ao refinamento da tecnologia obtido durante o projeto levedura que projetos de muito maior escala, como o da sequenciação do genoma humano, foram possíveis. Acresce que, a visão de André Goffeau de colaboração internacional na sequenciação do genoma da levedura foi seguida na sequenciação partilhada do Projeto Genoma Humano.

Goffeau foi capaz de estimular a investigação de leveduras em todo o mundo tendo fomentado um espírito de colaboração que se tem mantido até hoje. A sequenciação do genoma abriu o caminho a um segundo esforço coletivo iniciado em 1998 e finalizado em 2002. A comunidade de investigadores colaborou, desta vez, na criação de coleções de mutantes de S. cerevisiae de milhares de linhagens individuais, cada uma delas deficiente num determinado gene, dando início à análise funcional dos genes de levedura com função desconhecida, identificados após a análise da sua sequência completa. Ou seja, a conclusão, em 1996, da sequência do genoma da levedura, abriu o caminho ao estudo sistemático da função de genes desconhecidos, tendo transformado completamente a biologia experimental ao iniciar a era da Genómica Funcional,, Comparativa e Evolutiva.

A comunidade científica nacional de microbiólogos, principalmente dos que se dedicam ao estudo de leveduras está hoje mais pobre; perdeu um amigo, um cientista inspirador e um maravilhoso parceiro. Ficará, para sempre, ligado aos nossos grupos de investigação e presente nos nossos corações e nas nossas mentes.

Isabel Sá Correia
Presidente da SPM

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.