Sociedade Portuguesa de Microbiologia

Portuguese Society of Microbiology

24th ECCMID: principais destaques em microbiologia clínica

Decorreu recentemente em Barcelona, a maior conferência em microbiologia clínica e doenças infecciosas, o 24th European Congress of Clinical Microbiology and Infectious Diseases (24th ECCMID). Esta conferência, que atraiu 10000 participantes de cento e doze países, incluindo investigadores e profissionais nacionais, abordou, em cerca de 150 sessões, incluindo workshops, simpósios e cerca de 2500 posters, os desafios e perigos globais na área das doenças infecciosas.

Com a realização do 24th ECCMID uma semana após a Organização Mundial da Saúde (OMS) ter feito uma forte advertência sobre a ameaça global que constitui a resistência aos antibióticos, um especial ênfase foi dado a este problema. Entre os diversos trabalhos apresentados, a descrição, pela equipa do Prof. Melo Cristino, do genoma do primeiro isolado de Staphylococcus aureus resistente à vancomicina (VRSA) isolado em Portugal, e que constitui também o primeiro relato de VRSA na Europa, suscitou particular interesse. A deteção de carbapenemases, um eficaz mecanismo bacteriano de destruição de carbapenemos, esteve em foco com apresentações de estudos comparativos de diferentes metodologias, incluindo resultados da aplicação do teste Blue-carba, desenvolvido por uma equipa portuguesa. O uso de MALDI-TOF MS na identificação rápida de microrganismos na rotina da microbiologia clínica e perspectivas para o seu desenvolvimento foi também discutido. Entre os desenvolvimentos apresentados para o MALDI-TOF MS destaca-se a possível aplicação na tipagem bacteriana, deteção de mecanismos de resistência e identificação directa de microrganismos em produtos biológicos.

Este ano, diversos trabalhos voltaram a dar destaque ao impacto do uso de compostos biocidas na prevenção da disseminação de bactérias resistentes em contexto hospitalar ou na co-seleção que podem promover destas bactérias. Por exemplo, numa comunicação oral, investigadores portugueses demonstraram que diversas linhagens clonais de Enterococcus faecium, incluindo aquelas associadas a infecção humana, eram frequentemente portadoras, em plasmídeos transferíveis, de genes que conferem tolerância ao cobre, mercúrio e diversos antibióticos.

Foram ainda apresentados os impressivos resultados do EUCLID, um estudo sobre a infeção por Clostridium difficile (CDI), envolvendo 482 hospitais de 20 países europeus. De acordo com este estudo, por dia, cerca de 109 casos de CDI não são diagnosticados devido à ausência de suspeita clínica ou testes laboratoriais inadequados, determinando cerca de 39000 casos anuais não despistados na Europa. A estirpe de Clostridium difficile PCR-ribotype 027, uma das mais virulentas, foi, de acordo com o EUCLID, a mais frequentemente encontrada. Este estudo vem realçar a importância de melhorar a implementação dos testes para CDI, de forma a contrariar o aumento da sua incidência no espaço europeu.

fotoeccmid-1

A preocupante propagação da poliomielite na sequência de surtos na Ásia, África e Oriente Médio, considerados pela OMS como um “acontecimento extraordinário” que requer coordenação internacional, foi também salientada nesta conferência, assim como as medidas a implementar para a sua contenção. A poliomielite, que afeta principalmente crianças com menos de cinco anos de idade, é um vírus transmitido através de alimentos e água contaminados, que pode causar paralisia. Embora seja endémica em apenas três países – Paquistão, Afeganistão e Nigéria – ataques a campanhas de vacinação, por exemplo, no Paquistão permitiram que o vírus se espalhasse através das fronteiras. Ainda na área das vacinas foi discutida a nova vacina contra a meningite por Neisseria meningitidis do serótipo B, que permitirá aumentar a proteção das crianças contra uma das formas mais comuns e mortais de meningite.

Com a crescente observação em climas temperados de doenças transmitidas por vectores, como a malária e leishmaniose, recentes conhecimentos nestas patologias foram objecto de apresentações e discussões. A OMS estima que, atualmente, 77 000 casos de doenças transmitidas por vectores ocorrem anualmente na Europa. A maioria das doenças transmitidas por vetores na Europa está associada a cidadãos que estiveram em outras regiões do mundo.

A multiplicidade de tópicos de interesse discutidos no 24th ECCMID pode ser consultada no site do ESCMID (www.escmid.org), sendo possível aceder, na integra, a algumas apresentações.

Até ao próximo ECCMID, em Copenhaga!

por Luísa Peixe

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 30/08/2014 by in Magazine SPM and tagged .

Navegação

Clique aqui para acesso directo a todos os conteúdos de:

Adicione aqui o seu email para receber as notícias da SPM.

Com o apoio de:

%d bloggers like this: